Planeta Global

Domingo, 22 de Julho de 2018


O Brasil está entre os 18 países eleitos em 13/6/2018 para integrar o Conselho Econômico e Social da ONU (ECOSOC). Organismo coordena agências especializadas das Nações Unidas e é responsável por formular recomendações sobre desenvolvimento, comércio internacional, industrialização, recursos naturais, direitos humanos, condição da mulher, população, ciência e tecnologia, prevenção do crime e bem-estar social.

O conselho tem 54 Estados-membros, que são eleitos pela Assembleia Geral para mandatos de três anos. O Brasil recebeu 177 votos e começará seu mandato em 1º de janeiro de 2019. A participação do país no ECOSOC se encerra em 31 de dezembro de 2021.

Os assentos no organismo são distribuídos com base na representação geográfica, com 14 atribuídos aos países africanos, 11 para as nações da Ásia, seis para Estados do Leste europeu, dez para América Latina e Caribe e 13 para a Europa Ocidental e outros países.

Os eleitos na quarta-feira para participar do grupo da África foram Angola, Egito, Etiópia, Mali e Quênia. Das nações latino-americanas e caribenhas, além do Brasil, foram escolhidas a Jamaica e o Paraguai. Arábia Saudita, Irã, Paquistão e Turquemenistão são os novos integrantes da representação da Ásia e Pacífico. Do Leste europeu, receberam mais votos a Armênia e a Ucrânia. Da Europa Ocidental e outros Estados, foram eleitos o Canadá, Estados Unidos, Luxemburgo e Holanda.