Planeta Global

Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2019

O concurso Miss Continentes Unidos no início tinha como objetivo unir todas as nações latino americanas em busca de um título que representasse a figura máxima da beleza da mulher latina em todo o continente. A competição desde início despertou olhares internacionais por sua assiduidade e compromisso social.

A finalidade da organização era aumentar gama de candidatas em seu rol de participantes. Para tal, o concurso passou em 2013 a ter nova denominação de Miss United Continents unificando de uma só vez todos os 5 continentes. Agora, busca abrangência e respeito entre os principais concursos de beleza do planeta.

Miss Continentes Unidos é um concurso de beleza feminino realizado anualmente em Guaiaquil, Equador. A sua 1a edição foi em 2006 com o nome de Miss Continente Americano. Devido ao sucesso, a organização resolveu mudar o nome do evento para que este pudesse abranger outros países.  

No início tinha como objetivo unir todas as nações latino americanas em busca de um título que representasse a figura máxima da beleza da mulher latina em todo o continente. O concurso desde seu início despertou olhares internacionais por sua assiduidade e compromisso social.

A finalidade da organização era aumentar a gama de candidatas em seu rol de participantes. Para isso, o concurso passou em 2013 a ser denominado de Miss United Continents unificando de uma só vez os 5 continentes. Agora, busca abrangência e respeito entre os principais concursos de beleza do planeta.

Miss Brasil Continentes Unidos trata-se de um título dado a uma candidata indicada pela empresa denominada "Concurso Nacional de Beleza" - a mesma organização que envia candidatas ao Miss Mundo e outros concursos internacionais - durante o ano da realização do concurso nacional. Não trata-se de um concurso de beleza realizado anualmente como por exemplo o Miss Mundo Brasil, e sim de uma nomeação. O país participa da competição desde que ela iniciou, em 2006 e já obteve duas vitórias. Anualmente mais de trinta países dos cinco continentes participam do certame internacional anualmente no Equador.

 

A indicação para o concurso internacional teve início no ano de 2006 - sob o comando da Gaeta Promoções e Eventos, a mesma que realizava, até 2011, o envio de candidatas ao concurso internacional de Miss Universo - sendo sempre a terceira colocada do Miss Brasil que representaria o seu país no certame, exceto Juliana Pina Mendonça que ficou em quinto lugar no Miss Brasil 2006. Esta organização foi responsável pelas boas colocações do país na competição latina, tendo obtido três semifinalistas e duas colocações entre as três primeiras posições. 

 

Em 2012 o comando de definir a representante brasileira no Miss Continentes Unidos passou para a MMB Produções & Eventos, do empresário Henrique Fontes. Sob nova direção, duas brasileiras já conseguiram o título máximo, em 2012, com Camila Serakides, segunda colocada no Miss Mundo Brasil 2012 e em 2015 com Nathália Lago, nono lugar no Miss Mundo Brasil 2015. [1] Atualmente Camila é Sports Motivator pelas redes sociais e mãe do Nicolas, já Nathália ainda continua trabalhando como modelo e em 2017 representou Roraima no Miss Brasil 2017.